7 dicas para usuários iniciantes do Arena

É muito comum que usuários iniciantes do Arena encontrem alguns desafios em seu caminho de modelagem. Aqui relacionamos algumas dicas para iniciantes:

1) Eu aumento a capacidade do recurso, mas o sistema piora o desempenho!

É um algo simples, pois está confundindo capacidade disponível com capacidade necessária. Lembre-se que a capacidade disponível do recurso é informada no módulo Resource. O campo “capacity” do Process ou Seize serve para informar quantas unidades são necessárias para a execução do processo.

2) As entidades estão todas ficando retidas em um único módulo Process.

A mais comum é o usuário trabalhar com diferentes unidades de tempos, tanto para a criação da entidade (módulo create) e duração da atividade (módulo process). Ou seja, usar duração em horas quando pretendia usar duração em minutos.
Outra possibilidade é que o Process foi configurado como Seize-Delay, e o usuário se esqueceu de adicionar um módulo Release mais adiante, mantendo o recurso eternamente ocupado.

3) O modelo “congelou”. Rodou até um certo momento e agora o relógio está parado.

Uma decisão quando não é satisfeita, retorna a entidade para sua própria entrada. Como ela não passa por nenhum módulo que provoque atraso (um delay ou process), a condição permanece a mesma e continua em um ciclo infinito, o que paralisa a simulação. A solução é trocar essa estrutura por um Hold, configurado como “Scan for Condition”, ou mesmo colocar um Delay de tempo bastante curto entre a saída do Decide e sua própria entrada.

4) Não consigo abrir meu arquivo de dados no Input Analyzer.

É um erro muito comum é usar o comando “abrir” para abrir o arquivo de dados que se deseja analisar. Na verdade, esse comando serve para abrir uma “análise” já feita pela ferramenta. Para analisar uma nova massa de dados deve-se primeiro clicar em “New”, para iniciar uma nova análise, e depois em “File > Data File > Use Existing”, para carregar os dados.

5) Ao liberar a correia ou transportador, o Arena apresenta uma mensagem de erro.

Pode ser que a entidade que está liberando a correia ou o transporter não seja a mesma que os ocupou. Isso pode acontecer quando a entidade é duplicada por um Separate. Nestes casos, lembrar sempre de colocar estes comandos no fluxo da entidade “Original”, e não nas cópias.

6) O Arena acusa erro de módulo não conectado, mas todos estão conectados.

Verifique se algum módulo novo não foi colocado sobre uma linha de conexão já existente de tal forma a dar a ilusão de estar conectado. É fácil verificar: na mensagem de erro, clique no botão “Find” para localizar o módulo que originou a mensagem, e mude-o de posição para confirmar se está realmente conectado.

7) O modelo acusa um erro mas não identifica qual é o módulo.

Neste caso está na animação. Exemplo: pode ter sido colocado um mostrador numérico com a intenção de se informar o valor da variável “teste”, mas sua grafia foi digitada errada, como “tesste”. Neste caso o Arena não reconhece a variável e informa o erro, inclusive citando qual é o nome não identificado, o que facilita sua localização. Quando a animação incorreta for consertada, o modelo checará normalmente.

Boas simulações!

 

Marcelo Moretti Fioroni

É Consultor de Simulação na Paragon, graduado em Engenharia Elétrica com ênfase em Computadores pela FEI, Mestre em Manufatura pela UNICAMP e Doutor em Logística pela Poli-USP. Participou de aproximadamente 180 projetos de simulação bem sucedidos. Co-fundador da Paragon Tecnologia em 1992, empresa pioneira e líder do mercado na América Latina. É Professor de Simulação de Sistemas na FMU-FISP-S. Realizou o treinamento de mais de 1200 profissionais em simulação. Pode ser contatado em <marcelo@paragon.com.br>

Ver outros artigos


Fechar X

Cadastre seu e-mail para receber novidades!

[contact-form-7 404 "Not Found"]
Fechar X

Avise-me próxima turma

[contact-form-7 404 "Not Found"]
Fechar X

Indique esta página

[contact-form-7 404 "Not Found"]